Consultar o local de votação das eleições online 2020

A cada quatro anos somos lembrados de que as eleições vem aí e devemos ir às urnas para escolher aqueles que governarão nossas cidades, estados e país pelo mesmo período.

Embora seja extremamente importante, e até uma obrigação (afinal, quem não vota pode desde pagar multa até ter seu título cancelado), muitas pessoas não fazem ideia de onde votam, e também não sabem como descobrir essa informação.

Se, há alguns anos, descobrir onde era seu domicílio eleitoral era uma tarefa complicada, consultando listas presenciais em cartórios que, em alguns casos, ficavam longe da casa dos eleitores. Hoje é possível descobrir onde você votará com um só clique.

Como descubro onde vou votar esse ano?

Para os eleitores desavisados ou perdidos, o primeiro passo é acessar o site do Supremo Tribunal Eleitoral e escolher, na lista de menus à esquerda, a opção zona eleitoral.

Ao clicar nesse link, a página redirecionará o eleitor a uma tela com informações básicas que podem ajudar a identificar o lugar onde terá de votar, como endereço com CEP (considerando onde a pessoa mora), número ou nome da zona eleitoral (dados obtidos com o título de eleitor) ou, ainda, o nome do município onde a pessoa reside.

Quer uma amostra de como essa aba de pesquisa funciona? Basta navegar por esse link: http://www.tse.jus.br/eleitor-e-eleicoes/servicos/cartorios-e-zonas-eleitorais/pesquisa-a-zonas-eleitorais

Aqui, o eleitor consegue pesquisar todas as zonas eleitorais de seu estado, garantindo assim que não vai se perder ou ir parar em um lugar muito distante de sua zona eleitoral.

O que acontece se eu não votar nas eleições 2020?

Se, mesmo após descobrir onde deve votar este ano, o eleitor não puder comparecer, o primeiro passo é procurar qualquer colégio eleitoral e fazer sua justificativa. Nestes locais, os mesários fornecem formulários que podem ser preenchidos com os dados pessoais, números de documentos e informe de porque o voto não será registrado.

Quem não vota em mais de um turno fica sujeito ao pagamento de uma multa de R$ 3,51 por turno. Se esse esquecimento for superior a três eleições, o título de eleitor pode ser cancelado.